Como evitar o síndrome de choque tóxico?

O síndrome de choque tóxico (SCT) é raro, 1% das pessoas menstruadas estão sujeitas a este problema de saúde. Usar um tampão durante a sua menstruação é um gesto banal para milhões de pessoas, não obstante, por trás deste ato se esconde uma ameaça invisível. Esta doença mortal preocupa a comunidade científica por que até hoje, não encontraram explicações para sua origem.

A sua gravidade justifica a importância de conhecer as causas para poder prevenir.

 

Toxinas que causam um grave choque

As bactérias presentes na vagina são protetoras e permitem manter a boa saúde da flora vaginal. A presença de outras bactérias, inimigas ou não, é possível. E o caso do estafilococo dourado, que normalmente não causa infeções, mas em certas circunstâncias, ele pode desenvolver infeções graves, como é o caso do síndrome de choque tóxico.

Quando usamos um tampão ou um copo menstrual, o sangue fica estagnado no interior da vagina. Calor e humidade, um ambiente perfeito para proliferação de bactérias cujo o estafilococo dourado tem a particularidade de secretar uma toxina tóxica que, pela circulação sanguina, se espalhará no organismo.

Inicialmente, manifestam-se os sintomas de uma gastroenterite que pode evoluir até à falência de um ou mais órgãos, provocando coma ou morte.

É importante entender que a proteção intravaginal não é responsável pelo SCT. Ela é um vetor que permite a multiplicação das bactérias, na vagina, responsáveis por esta doença.

Quais são os sintomas do SCT?

A velocidade da progressão do síndroma exige um cuidado urgente. Sendo uma doença rara e difícil de diagnosticar, estamos confrontados com erros ou atraso no diagnostico. Por esta razão é importante de conhecer os diferentes sintomas, parecidos com a gripe e a gastroenterite, que presenta o SCT.

Os sintomas que deve alertar qualquer pessoa menstruada:

  • Febre súbita (38,5 ou mais)
  • Vómitos
  • Indisposição, cansaço extremo
  • dores de cabeça, dores musculares
  • Diarreia
  • Erupção cutânea semelhante a queimaduras solares

Os sintomas de SCT manifestam-se geralmente após três a cinco dias de uso de tampões/copo menstrual. É fundamental retirar a proteção vaginal interna e dirigir-se às urgências assim que os sintomas aparecerem.

Como se prevenir do SCT?

Para limitar os riscos do SCT, é importante de respeitar algumas recomendações simples que ajudam a evacuar as bactérias más, potencialmente presentes na vagina:

  • Trocar a proteção intravaginal todas as 4 a 6 horas
  • Lavar bem as mãos antes e depois a inserção da proteção menstrual interna,
  • Escolher bem o seu tampão consoante as necessidades reais (evitar tampões superabsorvente se possível)
  • Não usar proteções intravaginais durante a noite, privilegiar os pensos ou cueca menstrual,
  • Não usar um tampão por medida de precaução, quando esperamos ter o período.

Se precisar informações adicionais sobre o SCT, não hesites em consultar o teu medico de família ou ginecologista.

O jornal americano de microbiologia Applied and Environmental Microbiology  informa que os copos menstruais ou tampões biológicos não protegem mais do síndrome do choque tóxico que as outras proteções menstruais.

A solução

A melhor forma de prevenir do SCT seria de banir as proteções intravaginais pelo fato da estagnação do sangue favorecer a proliferação de bactérias.

Privilegiar os pensos menstruais, ou por que não deixar-se tentar pela cueca menstrual Giras ao Sol? Graças a sua tecnologia invisível, anti-fuga, anti-humidade e anti-odor, tens um proteção discreta, ecológica, sexy e SAUDÁVEL!

 

𝓕𝓲𝓬𝓪 𝓭𝓮𝓼𝓼𝓮 𝓵𝓪𝓭𝓸 🌻
𝓑𝓻𝓲𝓵𝓱𝓪 & 𝓒𝓾𝓲𝓭𝓪 𝓭𝓮 𝓣𝓲,
𝓪𝓼 𝓜𝓪𝓻𝓲𝓽𝓪𝓼🧡